Xenofobia no Brasil


Parece que não, mas ela existe e ja existiu no Brasil desde o final do século 19. Nessa época, ela era mais violenta em relação aos portugueses, mas atingia também outros imigrantes: espanhóis, italianos, sírios etc., que disputavam o mesmo mercado de trabalho com os brasileiros.
No início do século 20, chovem acusações contra estrangeiros ditos perturbadores da ordem da República. Foram tomadas medidas repressoras, como as sucessivas leis do senador Adolfo Gordo a partir de 1907, determinando a deportação de militantes anarquistas quando de origem imigrante.
Durante a ditadura militar instituída pelo golpe de 1º de abril de 64, os comunistas também foram caracterizados como propagadores de ideologias exóticas, "estrangeiras", contrárias à pátria.
Um dos maiores crimes contra estrangeiros no Brasil foi a criação, em 5 de maio de 1922, pelo presidente Arthur Bernardes, da Colônia Penal de Clevelândia do Norte (no Oiapoque) verdadeiro campo de concentração, onde foram presos principalmente imigrantes. O estrangeiro era visto como propagador de pensamentos sociais diferentes, considerados anômalos, dentre eles o anarquismo, o qual era tido como contrário à suposta natureza dócil dos brasileiros. O fato é que a pátria e o nacionalismo não são mais que mentiras que a classe dominante utiliza para isolar trabalhadores de nacionalidades diferentes. Os exploradores sabem que, somente iludindo e separando os explorados, poderão mantê-los sob seu domínio.
No Brasil atual, a xenofobia ocorre contra os argentinos, os americanos (pelo fato deles não gostarem da presença de brasileiros nos EUA), os chineses (devido a cultura), e também regionalmente, contra os nordestinos, praticada principalmente pelos povos do sudeste e do sul, acontece por causa do sotaque; pela pobreza em geral; falta de conhecimento; (devido a falta de educação) e também pela fome que há em vários estados do nordeste.  


Apenas 49% dos brasileiros consideram que os imigrantes tornam o país um lugar mais interessante para se viver. Só 47% acham que os imigrantes trazem benefícios ao país. E preocupantes 38% acham que a presença de imigrantes tornou mais difícil de se encontrar emprego no Brasil e, mais grave, 41% acham que há um excesso de imigrantes por aqui. (fonte: http://neveraskedquestions.blogspot.com.br/2011/08/xenofobia-tem-fortes-raizes-fincadas-no.html )

24 comentários:

  1. É o que muitos brasileiros mesmo que nas sombras, praticam em relação aos haitianos hoje.

    ResponderExcluir
  2. CARACA... foram analisados 175% dos habitantes do brasil KKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara não seja burro, todos aqueles dados vem dos 100% pois uma mesma pessoas pode considera que os imigrantes tornam o país um lugar mais interessante para se viver e que os imigrantes trazem benefícios ao país.

      Excluir
    2. Ele colocou o "kkkkkk" no final exatamente para mostrar que é uma brincadeira. Foi um piada, besta, mas uma piada. Isso não significa que ele é burro, só que você não sabe interpretar.kkk brincadeira sem ressentimento tá?

      Excluir
    3. kkkkkk seu portugues é perfeito coloca um ao em ves de uma piada lixo de portugues

      Excluir
    4. Amiguinho, volte ao primeiro ano do ensino médio e estude conjuntos. :)

      Excluir
  3. Obrigado me ajudou no trabalho de SIP :)

    ResponderExcluir
  4. tenho um puta trabalho hoje , aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  5. Obrigado me ajudou bastante para um trabalho de geografia valendo 5 pontos

    ResponderExcluir
  6. que bosta isso mds pta que pariu

    ResponderExcluir
  7. achei muito interessante ! me ajudou muito a entender obrigada ! tem mais alguma outra matéria com outro tema

    ResponderExcluir
  8. A xenofobia que, em geral, algumas pessoas da região Sul e Sudeste exercem contra o Nordeste não pode ser justificada pela errônea relação entre falta de conhecimento e baixa escolaridade, nem muito menos a fome ou algo parecido. A xenofobia regionalista brasileira nasce da falta de conhecimento destes que a exercem, pois desconhecem o processo de construção das suas próprias regiões e a cultura nordestina; haja visto que esses estados foram praticamente construídos por nordestinos que levaram consigo sua cultura. Portanto não há justificativa para xenofobia ou qualquer tipo de preconceito, pois este tipo de atitude só tem como causa a irracionalidade de quem o pratica.

    ResponderExcluir
  9. Parece que há um revanchismo. Em minha experiência, eu presenciei o temor de alguns brasileiros de parecerem submissos ou inferiores moralmente e culturalmente. Alguns brasileiros demonstraram abertamente que não gostavam de "gringos". Outros de forma velada, com antipatia gratuita, deboche, grosseria, desconfiança.

    Isso até hoje acontece. Isso quase todos os dias acontece. É frustrante, porque se você trata os outros de forma civilizada, você espera o mesmo, mas se isso mal funciona assim entre os nativos, vai funcionar menos ainda com os forasteiros.
    No fim das contas, sem moralizações, a culpa não é de ninguém. O mundo é imenso, as pessoas são diferentes e livres. A única obrigação universal é não prejudicar de ninguém a dignidade.

    ResponderExcluir
  10. Sou nordestina, potiguar e me orgulho das mihas origens! Já vivenciei na pele piadas de mal gosto e discriminação por ser nordestina, mas em nenhum momento reagi de forma submissa, pois graças a Deus sou uma pessoa bastante informada e consciente dos meus direitos. Portanto, sei me defender muito bem dos xenófobos preconceituosos que cruzarem meu caminho. Abomino toda e qualquer forme preconceito e discriminação, somos todos iguais constitucionalmente falando, independente de raças, credos e fronteiras geográficas.

    ResponderExcluir
  11. Sou nordestina, potiguar e me orgulho das mihas origens! Já vivenciei na pele piadas de mal gosto e discriminação por ser nordestina, mas em nenhum momento reagi de forma submissa, pois graças a Deus sou uma pessoa bastante informada e consciente dos meus direitos. Portanto, sei me defender muito bem dos xenófobos preconceituosos que cruzarem meu caminho. Abomino toda e qualquer forme preconceito e discriminação, somos todos iguais constitucionalmente falando, independente de raças, credos e fronteiras geográficas.

    ResponderExcluir
  12. la na minha casa tu senta na pica e tu da uma rebolada pra pode me comquistar depois da uma mamada
    tu senta com força em cima do caralho representa dia e noite
    te como em pe te como deitada tu e menina de 14

    ResponderExcluir